Seminário: Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Participe conosco do Seminário sobre a lei 13.709, chamada de Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que entrará em vigor a partir de agosto de 2020.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) trará uma nova base legal para o uso, a proteção e a transferência de dados pessoais no Brasil, garantindo a privacidade dos dados e estabelecendo quais as atribuições, responsabilidades e penalidades das figuras envolvidas.

Mas, com a nova legislação, o que vai mudar de fato no dia a dia da sua empresa?
 
As discussões são profundas e merecem debates com grandes especialistas.
 
Por isso, a Mazars convida você para o seminário ‘LGPD – O que Muda com a Nova Legislação’.

 

Informações

Data: 29/10/2019

Horário: 9h00

Local: Escola Trevisan de Negócios (Av. Padre Antônio José dos Santos, 1530 – Brooklin Novo - São Paulo - SP)

 

Palestrantes

Claudio Peixoto - Graduado em Ciências Contábeis pelo Instituto de Ensino Superior de Santo André, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV/SP. Ampla experiência em investigações de fraude, Compliance e Auditoria Financeira. 

Heliezer Viana - Executivo com amplo conhecimento em Sistema de Informação – ERPs, Segurança da Informação, Tecnologia de Data Centers, desenho de processos, Redes de computadores, Gestão Empresarial, Gerenciamento de projeto.

Rubia Ferrão - Advogada e Professora atuante na advocacia consultiva, preventiva e contenciosa, com ênfase em Direito Digital. Coordenadora da Coordenadoria de Proteção de Dados da OAB/SP. 

 

VOCÊ É NOSSO CONVIDADO!

Preencha o formulário e inscreva-se para o Seminário,  o evento é gratuito!

Your personal data is collected by Mazars in Brazil, the data controller, in accordance with applicable laws and regulations.
Fields marked with an asterisk are required. If any required field is left blank, it will not be possible to process your request.
Your personal data is collected for the purpose of processing your request.

You have a right to access, correct and erase your data, and a right to object to or limit the processing of your data. You also have a right to data portability and the right to provide guidance on what happens to your data after your death. Finally, you have the right to lodge a complaint with a supervisory authority and a right not to be the subject of a decision based exclusively on automated processing, including profiling, that produces legal effects concerning you or significantly affects you in a similar way.

Quer saber mais?