A pandemia aumentou os riscos cibernéticos para empresas. Veja como evitá-los

Publicado em 18/06/2020

A Covid-19 acelerou o processo de digitalização de empresas, mas também fez com que os ataques cibernéticos se multiplicassem pelo mundo. Segundo a empresa norte-americana Akamai, que processa tráfego de dados na internet, somente entre os dias 19 e 25 de abril, hackers atacaram empresas mais de 24 milhões de vezes.

De acordo com pesquisas realizadas pela IBM, o Brasil ocupa o terceiro lugar dos países que mais sofrem ataques de hackers, ficando atrás de China e Estados Unidos. Um fator muito preocupante é que, em média, as empresas levam aproximadamente 8 meses para identificar ataques que não paralisam as operações, mas que agem como espiões, roubando informações de propriedade intelectual ou efetuando acessos indevidos a banco de dados.

Os prejuízos foram sentidos até por empresas consolidadas e com boa infraestrutura. Recentemente, a Honda e a Natura&Co anunciaram que sofreram invasões cibernéticas.

No caso da montadora japonesa, a suspeita de ataque de ransomware, tipo de malware que envolve um invasor que bloqueia ou sequestra arquivos de um sistema, provocou a suspensão de parte da produção global de carros e motocicletas. O incidente com a Natura também interrompeu alguns sistemas, afetando as operações.

Para evitar prejuízos desse tipo, as empresas devem concentrar esforços na análise de ameaças e possíveis ataques. Heliézer Viana, sócio da Mazars e especialista em segurança cibernética, aponta cinco pontos-chaves para que as companhias não estejam vulneráveis.

  1. Permita que somente programas autorizados sejam instalados na empresa.
  2. Mantenha atualizados todos os dispositivos que devem estar com atualização automática, como MS Office, Java, visualizadores de PDF e navegadores.
  3. Mantenha os sistemas operacionais atualizados.
  4. Restrinja os privilégios administrativos dos usuários aos computadores, servidores e banco de dados.
  5. Não deixe o backup na mesma rede, sempre que possível. Mantenha uma cópia em outro site ou na nuvem.

Além dessas medidas, é importante a empresa efetuar treinamentos internos a todos colaboradores, disseminando uma cultura de segurança da informação.

Quer entender mais sobre o assunto ou conhecer as estratégias de segurança cibernética da Mazars? Nossos especialistas estão à disposição para te atender. 

 

Fale com nossa equipe de relacionamento

Quer saber mais?